País dividido?

Por Denise Assis Depois de passar pelo processo que desembocou no golpe que tenta pinçar do poder a presidente Dilma, eleita com 54 milhões de votos, não é mais possível reproduzir a tese de que o “país está dividido”.

O JOGO DOS SETE ERROS – 1964-2016

Por José Carlos Moreira da Silva Filho STF   Golpe de 1964   Na madrugada do dia 2 de abril, o Presidente do STF, Álvaro Ribeiro Moutinho da Costa, normalizou o golpe ao dizer que a tomada do poder pelos militares e a derrubada do Presidente João Goulart, eleito pelo voto popular, estavam de acordo…

Faltam elegância e fidalguia

Por Denise Assis Há uma crise política no país. Isto, no entanto, não justifica que sejam esquecidos os princípios de civilidade e  elegância. Não há motivo para que o vice-presidente da República, que repudiou pelos jornais da imprensa estrangeira o papel de “golpista”, porte-se como um conspirador às escâncaras. E se assim não fosse, como…

Marx & Hegel: por que a crítica da direita ao Ministério Publico de Barra Funda (SP)?

Por Gisele Silva Araújo e Rogerio Dultra dos Santos A escalada do golpe judiciário-midiático não cresce sem surpresas. Depois da desastrada tentativa de “condução coercitiva” de Lula até Curitiba, a “Operação Lava-Jato” foi colocada temporariamente na geladeira. Em seu lugar, o histrionismo dos Promotores de Justiça de Barra Funda voltou às manchetes. Agora com uma…

O acarajé, o sonho e o pó

Por Rogerio Dultra dos Santos No acarajé vai pimenta, vatapá e camarão. Pelo menos. Nos olhos dos outros a pimenta é sempre refresco. No acarajé é essencial. Não queira experimentar o acarajé quem não está acostumado aos temperos da Bahia. Dá indigestão. É igual a questionar eleição vencida. É como uma droga: depois do sabor…