Resumo das obviedades

Por Nathália Sanglard Na  última quarta-feira, o Senado, em que 80% são homens brancos, 58% têm ocorrências na justiça e 60% pertencem a linhagens políticas, votou o afastamento de Dilma. No dia seguinte, cercado de homens brancos, Michel Temer – que, como todos sabem, praticou as mesmas manobras fiscais, as quais, teoricamente, justificariam o impeachment…

País dividido?

Por Denise Assis Depois de passar pelo processo que desembocou no golpe que tenta pinçar do poder a presidente Dilma, eleita com 54 milhões de votos, não é mais possível reproduzir a tese de que o “país está dividido”.

O golpe do parlamentarismo na prática

Por Paulo Cavalcante Hoje, no dia do trabalhador, a matéria de capa da folha golpista diz que o vice golpista, Temer, terá base parlamentar para alterar a Constituição. Agora, vejam só, a eleição de 2014 foi disputadíssima, cheia de falsos aliados e puladas de cerca. Dilma obteve 54,4 milhões de votos (51,64%) enquanto Aécio alcançou…

O JOGO DOS SETE ERROS – 1964-2016

Por José Carlos Moreira da Silva Filho STF   Golpe de 1964   Na madrugada do dia 2 de abril, o Presidente do STF, Álvaro Ribeiro Moutinho da Costa, normalizou o golpe ao dizer que a tomada do poder pelos militares e a derrubada do Presidente João Goulart, eleito pelo voto popular, estavam de acordo…

Faltam elegância e fidalguia

Por Denise Assis Há uma crise política no país. Isto, no entanto, não justifica que sejam esquecidos os princípios de civilidade e  elegância. Não há motivo para que o vice-presidente da República, que repudiou pelos jornais da imprensa estrangeira o papel de “golpista”, porte-se como um conspirador às escâncaras. E se assim não fosse, como…

O dia seguinte

Por Gisele Cittadino Depois de uma ressaca imensa, mas que foi devidamente curtida na companhia de muitos amigos queridos e igualmente entristecidos, algumas considerações sobre o indigno e infame – ou histórico, segundo a Rede Globo – dia 17 de abril: