Nota da Comissão de Anistia sobre homenagem do Exército ao coronel torturador Brilhante Ulstra

NOTA OFICIAL DA COMISSÃO DE ANISTIA A Comissão de Anistia repudia a decisão do Comandante da 3ª Divisão do Exército Brasileiro em promover ‘solenidade em homenagem’ a Carlos Alberto Brilhante Ustra, um homem declarado oficialmente pela Justiça brasileira e pela Comissão Nacional da Verdade como torturador da ditadura. As Forças Armadas pertencem a todo o…

Nota da Comissão de Anistia do Brasil sobre o falecimento de Carlos Alberto Brilhante Ustra

Por meio desta nota, a Comissão de Anistia do Ministério da Justiça vem lamentar que o Coronel Carlos Alberto Brilhante Ustra tenha falecido sem responder pelos crimes contra a humanidade que praticou durante a ditadura civil-militar brasileira. Como comandante do DOI-CODI paulista entre os anos de 1970 e 1974, Ustra comandou e praticou torturas e…