Futuro? Que futuro?

Por Paulo Cavalcante Este processo de deposição de uma presidenta da República eleita democraticamente não é apenas a revanche concebida após a derrota em 2014. Não é apenas ilegal, pois não há ato da presidenta cometendo crime de responsabilidade.

O JOGO DOS SETE ERROS – 1964-2016

Por José Carlos Moreira da Silva Filho STF   Golpe de 1964   Na madrugada do dia 2 de abril, o Presidente do STF, Álvaro Ribeiro Moutinho da Costa, normalizou o golpe ao dizer que a tomada do poder pelos militares e a derrubada do Presidente João Goulart, eleito pelo voto popular, estavam de acordo…

O dia seguinte

Por Gisele Cittadino Depois de uma ressaca imensa, mas que foi devidamente curtida na companhia de muitos amigos queridos e igualmente entristecidos, algumas considerações sobre o indigno e infame – ou histórico, segundo a Rede Globo – dia 17 de abril: