Futuro? Que futuro?

Por Paulo Cavalcante Este processo de deposição de uma presidenta da República eleita democraticamente não é apenas a revanche concebida após a derrota em 2014. Não é apenas ilegal, pois não há ato da presidenta cometendo crime de responsabilidade.

O dia seguinte

Por Gisele Cittadino Depois de uma ressaca imensa, mas que foi devidamente curtida na companhia de muitos amigos queridos e igualmente entristecidos, algumas considerações sobre o indigno e infame – ou histórico, segundo a Rede Globo – dia 17 de abril:

Manifesto de Defensoras e Defensores Publicos contra o Impeachment

Diante da ausência dos pressupostos jurídicos que legitimariam o grave processo de impedimento presidencial em curso na Câmara dos Deputados, as Defensoras e Defensores Públicos abaixo assinados, conscientes de seu dever cívico de expressar sua veemente desaprovação à violação da Constituição da República, vêm manifestar aos Senhores Parlamentares a sua perplexidade com as articulações exclusivamente…

O gigante acordou feliz

Por Mauro Noleto O Gigante acordou em junho de 2013. Vestiu a camisa da CBF e foi pra rua contra a Copa, contra o PT, contra a própria política representativa. Na linha de frente, bucha de canhão, os Black Blocks e sua anarquia descabelada, na base da pedrada, a quebrar bancos, monumentos tombados, lojas, paradas…