Economia e política: as razões do golpe!

Por Rodrigo Botelho Campos A política econômica do primeiro mandato de Dilma (Mantega) adotou ações anticíclicas para mitigar o impacto da crise internacional (que revela o fim do “superciclo das comodities”), a partir de pressões principalmente da indústria brasileira que tem o agravante conjuntural de ter que enfrentar a competição com os fornecedores da China,…

A queda

Por Fábio Silva Ao contrário de 99% dos meus amigos que compartilharam a capa da revista “The Economist”, eu abri a dita e fui ler a matéria intitulada “A queda do Brasil”. O resumo da história é: 1) A revista diz que a crise brasileira se deve ao fim do boom das commodities somado ao…

O Partido dos Trabalhadores e a culpa

  Por Marcio Tenenbaum Esse texto tem por objetivo discutir um eventual pedido de desculpas que determinadas tendências dentro do PT tentam impor ao Partido, por conta de um sentimento de culpa pelos fatos políticos e econômicos que atravessamos, especificamente em 2015, após a reeleição presidencial de Dilma Rousseff em finais no ano passado. A…

Sobre o ajuste fiscal

Por Marcio Tenenbaum Ajuste fiscal é uma necessidade econômica, porém a sua forma é sempre política, quer dizer, é a política que determinará quem e como será feita a cobertura do rombo nas contas públicas. Em resumo, o ajuste tão criticado por parte da esquerda e bloqueado pela oposição – que nele vê uma oportunidade…