Razões do golpe à luz de Marx e Engels

100628torcidanobrasil_f_031

Por Paulo Cavalcante

O texto “As lutas de classes na França. de 1848 a 1850”, de Karl Marx, escrito em 1850, é um dos meus preferidos. Na Introdução que Engles preparou para edição de 1895, encontrei uma passagem que não só me deu o que pensar como fundamentou a minha conclusão sobre os governos do PT e a situação atual, guardadas as devidas proporções, é claro. Reproduzo, abaixo, a passagem e, em seguida, o tal julgamento.

A passagem:

“Já o Manifesto Comunista proclamara a conquista do sufrágio universal, da democracia, como uma das primeiras e mais importantes tarefas do proletariado militante, e Lassale retomara este ponto.

“Quando Bismarck viu-se obrigado a instituir esse direito de voto [em 1866] como o único meio de interessar as massas populares em seus projetos, nossos operários tomaram imediatamente a coisa a sério e enviaram Augusto Bebel ao primeiro Reichstag constituinte. 

“E, a partir desse dia, utilizaram de tal maneira o direito de voto que tiveram mil e uma recompensas, o que serviu de exemplo aos operários de todos os países. Transformaram o direito de voto, nos termos do programa marxista francês, ‘de meio de engodo que foi até agora em instrumento de emancipação’. 

“Mesmo que o sufrágio universal não tivesse produzido outros benefícios que o de permitir contar-nos a nós mesmos cada três anos, que o de aumentar, pelo ascenso regularmente verificado e extremamente rápido do número de votos, a certeza dos operários na vitória, bem como na mesma medida o pavor entre seus adversários, tornando-se assim nosso melhor meio de propaganda; mesmo que só servisse para nos informar exatamente nossa própria força e a de todos os partidos adversários fornecendo-nos, pois, um critério superior a qualquer outro para calcular o alcance de nossa atuação, preservando-nos tanto de um inoportuno temor como de uma louca audácia igualmente despropositada, e esse fosse o único benefício que tivéssemos tirado do direito de sufrágio, já seria mais do que suficiente. 

“Mas ele nos deu muito mais. Forneceu-nos, com a agitação eleitoral, um meio inigualável para entrar em contato com as massas populares onde elas ainda estão afastadas de nós, para obrigar todos os partidos a defender diante do povo suas opiniões e seus atos diante de nossos ataques; ademais, abriu a nossos representantes no Reichstag uma tribuna do alto da qual podem falar não apenas a seus adversários no Parlamento, mas também às massas do lado de fora com maior autoridade e maior liberdade que na imprensa e nas reuniões. 

“De que serviu ao governo e à burguesia sua lei contra os socialistas se a agitação eleitoral e os discursos dos socialistas no Reichstag continuamente abriam-lhe a brecha?

“No entanto, utilizando tão eficazmente o sufrágio universal, o proletariado praticara um método de luta inteiramente novo que se desenvolveu com rapidez. Viu-se que as instituições estatais, nas quais se organiza o domínio da burguesia, ainda oferecem possibilidades novas de utilização que permitem à classe operária combatê-las.

“Participou-se das eleições paras as diversas dietas, conselhos municipais e juntas de trabalho, disputando-se à burguesia cada posto em cuja designação do titular participava uma parcela suficiente do proletariado.

“Ocorreu então que a burguesia e o governo chegaram a ter mais medo da atuação legal que da atuação ilegal do partido operário, mais temor dos êxitos das eleições que dos êxitos da rebelião.” (Marx & Engels, Obras escolhidas, São Paulo, Alfa-Omega, 19–, v. 1, p. 102-103)

A conclusão, parcial e provisória, como é de bom tom:

Os benefícios em favor da população pobre e trabalhadora brasileira que os governos do PT foram capazes de extrair do direito de sufrágio são tão significativos, mudaram tanto o país e geraram tanta insegurança que agora tentam tirá-lo do poder.

Um comentário sobre “Razões do golpe à luz de Marx e Engels

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s